Como atrair os “talentos”? Essa é a melhor forma!

O que podemos fazer para atrair o numero suficiente de candidatos para preencher as vagas que oferecemos? Mais ainda: como atrais os “talentos”? Muitos executivos têm me perguntado isso. A resposta às vezes se esconde na obviedade da questão, e por isso não a enxergamos.

 

A falta de profissionais qualificados no Brasil é um problema grave... Não vou discorrer sobre os motivos, que vão desde a educação formal muito fraca, passando pela educação em casa (praticamente delegada para a escola), até a falta de protagonismo e acomodação dos próprios profissionais que não buscam qualificação e desenvolvimento de competências comportamentais relevantes para o mercado atual.

 

Vou direto para a consequência: muitos desempregados e muitas a vagas sem candidatos com as qualificações mínimas que as preencham. Ou seja, muitas vagas abertas sem ter com quem preenchê-las.

 

Algumas empresas (principalmente as gigantes de tecnologia) deixam de preencher por ano, cerca de 40% das vagas justamente por falta de profissionais competentes. Como competentes, me refiro à qualificação técnica, mas principalmente às questões comportamentais.

 

Conforme a revista EXAME, pesquisas sérias mostram que 0,3% dos candidatos iniciantes em grandes empresas são aprovados, o que gera uma grande competição pelos “talentos”. Na fabricante de papel e celulose Suzano mesmo com quase 6 000 inscritos em seu programa de trainee, a empresa havia conseguido preencher somente 26 das 30 vagas. No ano seguinte, apenas 22 dos 8 000 candidatos tinham o perfil almejado para os 26 postos. Em 2016, com um esforço enorme da empresa para atrair mais interessados nas vagas, o número de candidatos mais que dobrou: quase 17 000 jovens participaram do processo de seleção e, finalmente, a Suzano preencheu as 28 vagas definidas. Carlos Alberto Griner, diretor executivo de recursos humanos da Suzano afirma que está tão difícil de encontrar bons candidatos que existe uma concorrência gigante por aqueles que são considerados “talentos”.

 

Diante disso, a melhor forma de atrair os melhores… fazer com que eles se interessem pela nossa empresa, é conscientizar os gestores de que o processo seletivo começa muito antes de abrir uma vaga. É conscientizar todos os gestores de que tudo que é feito dentro da empresa… cada feedback dado (ou não), cada comunicação feita (ou mal feita), cada reunião realizada (produtiva ou não… resolutiva ou não), cada inovação implementada (ou não)… está atraindo ou repelindo candidatos potenciais. O dia-a-dia da empresa e o que os seus colaboradores saem comentando sobre ela é que atraem ou não os melhores candidatos! Antes de a vaga ser atrativa, a empresa precisa sê-lo! E isso é responsabilidade dos gestores.

 

Portanto, RHs e gestores, invistam no desenvolvimento dos seus profissionais, implantem a meritocracia, façam inovações, proporcionem ambiente que estimule os melhores a darem o máximo de si, promovam os que entregam mais resultados sustentáveis, divulguem claramente as regras da sua empresa, remunerem justamente, deem liberdade balanceada com responsabilidade… Essa é a melhor forma de atrair, ou seja, recrutar os melhores.

 

Perece muito obvio e é mesmo. Mas é justamente o óbvio, nesta correria por resultados, que precisa ser lembrado diariamente.

 

O que sua empresa tem feito no dia-a-dia que atrai novos talentos?

 

Espero que tenha gostado!

Criado em: terça, 16 de agosto de 2022

modificado em : quinta, 01 de setembro de 2022

Você também pode gostar de:

Ver todas as publicações

A experiência do seu cliente é “uaaaauuuu”?

  • Experiência do Cliente
  • Empresas
quinta, 11 de agosto de 2022

3 Dicas para você se tornar um Líder melhor!

  • Líder
  • Treinamentos
quinta, 04 de agosto de 2022

Insatisfação no trabalho: culpa é minha ou da empresa?

  • Colaborador
quinta, 04 de agosto de 2022

Assine nossa Newsletter e receba sempre em primeira mão as novidades da Grokker.